Alimentação X Endometriose

terça-feira, 15 de julho de 2014
postado por Tatiane K

No post anterior cita os alimentos que devem ser eliminados na alimentação de uma portadora de endometriose. Neste post, estão listados os alimentos que não pode faltar de acordo com o livro "Recipes for the Endometriosis Diet":



Óleo de coco: Terceiro melhor alimento do mundo, perdendo para o leite materno e para o ovo. O óleo de coco é rico em ácido láurico, o qual é conhecido por ser antiviral, antibacteriana e antifúngicos. Pode até usá-lo em sua pele para ajudar a prevenir rugas. Tem a capacidade para estimular o sistema imunológico, bem como acalmar e reparar distúrbios digestivos. Dentre dos inúmeros benefícios, ajuda perder peso, pois acelera o metabolismo e promove a função da tireoide.

Fibra: A fibra combate o excesso de estrogênio e inibe a sua reabsorção. A melhor fonte de fibra é de alimentos integrais, cereais integrais não refinados, nozes, sementes, frutas e leguminosas. Vegetais fibrosos, como aipo, cenoura, batata e outros vegetais de raiz, legumes e linhaça também são boas fontes de fibras. A ingestão diária recomendada de fibras é de 30 gramas.

Alimentos integrais: Além de minerais, ácido fólico, magnésio, vitamina E, antioxidantes... tem mais fontes de fibras ajuda eliminar o excesso de estrogêneos. Os alimentos integrais indicados são: quinoa, arroz integral, aveia, pipoca... (lembrando que o trigo não entra na alimentação de uma portadora de endometriose, nem mesmo o integral).

Frutas e Vegetais: O ordem é descascar todas as frutas e legumes. Nas cascas ficam a maior parte dos pesticidas. De acordo com a autora do livro nem os orgânicos são confiáveis. No livro Anti-câncer fala muito sobre isso, quais frutas não orgânicas que podemos consumir e quais devem obrigatoriamente ser orgânicas, vou fazer um post sobre isso em agosto.

Alimentos Orgânicos: Consumir o máximo possível de alimentos de orgânicos, não somente as frutas e verduras. Procurar pelos produtores orgânicos locais. Eu já tenho feito isso, mesmo o valor ser mais caro. Como sempre digo, o bem mais valioso que tenho sou EU.

Comer alimentos da estação: Por ser mais barato, também é mais adequado para o clima para nesta época do ano. Alimentos de verão são geralmente suculento e mais leve; alimentos de inverno contém mais carboidratos.

Esteróis vegetais naturais: Alimentos com esteróis vegetais auxiliam a excreção de estrogênios. Anote a lista de alguns desses alimentos: pera, feijão, leguminosas, alho, maçã, salsa, erva-doce, couve folha, couve-flor, nozes e sementes, aipo, cenoura.

Bromelina: O abacaxi possui a bromelina que é eficaz na inibição das prostaglandinas inflamatórias. A autora recomenda adicionar abacaxi na alimentação e ver o efeito que tem sobre os sintomas de endometriose.

Suco de Noni: Nem sabia que isso existia e nunca vi. Mas vou deixar um breve comentário aqui do livro. No noni natural incluem os 20 aminoácidos, 9 dos quais são essenciais, porque eles não são produzidos no corpo. Além disso, contém bromelina, uma enzima anti-inflamatório potente natural que reduz o inchaço e inflamação. É eficaz contra a dor menstrual, e muitas mulheres com endometriose tiveram os seus sintomas reduzidas. Segundo relatos de mulheres com endometriose que usaram o suco de noni sentiram que sua saúde melhorou muito e algumas mulheres têm visto a eliminação completa dos sintomas da endometriose.

Chá Verde: Muitos pesquisadores acham que as dioxinas podem ser a causa da endometriose e o chá verde tem a capacidade de proteger o corpo dos efeitos nocivos das dioxinas. Muitos estudos científicos dizem ainda que o chá verde tem a capacidade para combater o câncer.

Chá Descafeinado: A cafeína agrava os sintomas de endometriose, mas felizmente, existe a opção do chá verde descafeinado. Uma xícara de chá verde naturalmente descafeinado contém apenas 2 miligramas, o que é seguro para beber. Tem o blog da Dra Gisela Savioli que ensina como descafeinar naturalmente o Chá Verde.

Lactobacillus: Afinal de contas, nosso intestino é nosso segundo cérebro. A flora intestinal precisa estar saudável para desempenhar uma variedade de tarefas vitais para a nossa saúde. O Lactobacillus pode ser manipulado, eu tomei por um tempo conforme a indicação da nutricionista.

Água: O alimento da vida. Quando se trata de regeneração e rejuvenescimento do corpo, a água é o nutriente mais importante de tudo. Beber bastante água nos fornece energia; que nos impede de ter retenção de líquidos, porque o corpo não está em um estado de pânico e segurando água o tempo todo; por sua vez, a água auxilia na eliminação da celulite. Eu uso o cálculo de 35 a 40 ml de água por quilo que tenho, essa é a quantidade de água que tomo por dia.

Carne: Sim, pode comer um pouco de carne, mas terá que ser orgânica. Lembre-se a carne vermelha estimula a produção de prostaglandina, essa substância é responsável por processos inflamatórios e de dor.

Peixe: Os peixes são permitidos na dieta, em especial os que contêm óleos. Estes incluem sardinha, salmão, truta e atum...

Sal: O sal é necessário na alimentação, precisamos do iodo. A função de iodo é para manter a saúde da tireoide. Há muitas mulheres com endometriose que tem desequilíbrios de sua glândula tireoide (eu sou uma). A indicação é utilizar o sal rosa do Himalia, que é o verdadeiro sal e composto por muitos minerais essenciais para o organismo.

1 comentários:

  1. Oi sou portadora de endometriose,gostaria de tomar suco de noni mas tenho medo porque fasso o uso de allurene

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...