A difícil missão de escolher o nome para o bebê

sábado, 11 de abril de 2015
postado por Tatiane K.

Como é complicado escolher um nome e aguentar tantas críticas. Se fosse menino o meu marido já tinha escolhido, seria Gabriel. Eu tinha pensado em outros nomes como Jorge, Lorenzo, Thales e Davi. Mas deixei o meu marido escolher. Menina não tinha nome definido, eu sempre sonhei colocar o nome da minha filha de Helena ou Lívia. Quando apareceu menina no ultrassom começou a missão de escolher um nome para ela. Quando falei Helena para minha mãe ela reprovou na hora, porque ela guarda rancor de uma pessoa mais de 35 anos. Essa pessoa nem deve se importar com a existência da minha mãe. Ela tem o nome Elena, pouquinho diferente, e essa mesma pessoa é minha madrinha de batismo, pela qual ela cortou contato minha e dela desde a infância. Fiquei com medo dela ter esse mesmo sentimento pela neta dela e rejeita-la. Eu já sou rejeitada pela minha mãe, imagina colocar esse nome.

Então, se o nome Helena a minha mãe não deixa, pensei em Lívia, estava empolgada com esse nome. Mas quando falei para minha sogra, disse que era nome de pote de creme. Existe creme como esse nome Lívia? Eu acho que se confundiu com Nívea. Fiquei desanimada na hora com o nome. Meu marido também teve dificuldade em entender esse nome. Affe!

Como cortaram meus nomes sonhados. O próximo nome que pensei foi Alice, mas os colegas de trabalho do meu marido falaram que é nome de puta (creeeedo). Penso totalmente ao contrário. Mas meu marido é influenciado pela opinião deles e não quis esse nome. Affe de novo!

No fim ficamos com três nome Júlia, Lara e Laura para decidir. Meu marido pronunciava Júlia com o som de D. Não gostei, pois sempre iria falar errado. Sei que esse nome é sonho de uma amiga que luta mais de 7 anos contra a Endometriose para engravidar, não seria malvada em "tomar" o nome do sonho dela para a menina que ela tanto espera. Ela vai conseguir engravidar.

Ficou Lara e Laura para escolher. Eu conheço uma senhora que é conhecida como Dona Laura, aí fiquei imaginando a minha filha como "Dona" rs. Eu acho lindo o nome Laura. Por fim, optei por Lara. Meu marido não falou nada, queria ver a opinião dos outros (sem opinião rs). Logo ele veio falando Letícia, percebi que foi coisa da minha sogra que criticou o nome Lara longe de mim, é claro e queria forçar Letícia, mas Letícia eu não queria de jeito nenhum. Cansada de tantos pitacos, ficou Lara e pronto. Cortaram os meus nomes sonhados Helena e Lívia e agora mais críticas, chega!!! Minha mãe também não gostou de Lara e outras pessoas mais. Mas a filha é minha.

Semana passada entrava no encontro de gestantes e mães e tinha um bebê lindo olhando para mim, uma princesa. Perguntei o nome e a mãe respondeu: Lívia! Nossa como doeu na minha alma, quase chorei. Se tiver uma segunda filha vou colocar Helena ou Lívia, foda-se a opinião dos outros.

Eu particularmente, amo os nomes Lara e Davi, simples, jovem, sem apelidos ou abreviações.

2 comentários:

  1. Ola tatiane gostaria de dar minha opniao. Entao eu acho o seguinte quem deve gostar do nome da SUA filha é somente voce, pois vc quem vai carrega la durante nove meses , vc quem esta passando por momentos com sua gravidez. Nao deve a dar ouvidos para outras pessoas, nao podemos agradar todo mundo ,entao se vc quer algo vai em frente sem pensar no que os outro vao pensar... Lindo nome. Maria lara tb é lindo .. bjim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelas palavras.

      A gravidez mal começa e vem os pitacos, por isso, deixei Lara, independente se gostaram ou não. É minha filha.

      Agora é a dura missão dos padrinhos que eu e meu marido já escolhemos bem antes da minha gravidez, mas já começaram os pitacos e meu marido não quer manter a nossa escolha devido influências da mãe dele.

      Mas já tínhamos decidido e vai ser assim, estou dando um tempo para ele "cair na real".

      Abraços.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...